A APROPRIAÇÃO CRÍTICA DA TEORIA POLIÁRQUICA NO PENSAMENTO POLÍTICO DE WANDERLEY GUILHERME DOS SANTOS

Marcelo Sevaybricker Moreira

Resumo


O artigo que se segue consiste na tentativa de avaliar o diálogo estabelecido pelo cientista político brasileiro Wanderley Guilherme dos Santos com a teoria poliárquica, formulada originalmente pelo cientista político norte-americano Robert Alan Dahl. A teoria da poliarquia constitui uma reavaliação da teoria democrática aliada à preocupação de entender o funcionamento das democracias efetivamente existentes e foi formulada a partir dos métodos de pesquisa empírica da ciência política contemporânea. A apropriação da teoria poliárquica pelo pensamento de Wanderley Guilherme dos Santos, por sua vez, revelou estar associada à consolidação do tema da democracia no pensamento político-social brasileiro, bem como da própria ciência política no Brasil. O referido diálogo travado pelo autor brasileiro demonstrou ser também bastante crítico, marcado por objeções e proposição de mudanças na teoria poliárquica, revelando, como se procurou destacar, afinidades e diferenças entre os dois autores relacionados. A partir da avaliação dessas críticas e modificações, conclui-se que elas chamam a atenção para fenômenos importantes das democracias contemporâneas, em especial para o problema das oligarquias, mas não constituem, por outro lado, uma ruptura com o modelo dahlsiano.

Texto completo:

PDF


 

O periódico está cadastrado no Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras, no Portal de Periódicos da ANPOCS - Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais, no indexador internacional Journals For Free, no Livre e no Sumários.org.

       




CSOnline - Revista Eletrônica de Ciências Sociais da UFJF - ISSN 1981-2140 -